Entenda o que são wearables e como usá-los na sua empresa

Os dispositivos vestíveis estão entre as principais tendências de tecnologia dos últimos anos, assim como o Big Data, o Machine Learning e o Cloud Computing. Saber o que são os wearables e quais oportunidades de negócios eles proporcionam é muito importante para ficar atualizado com as novidades do mercado e as oportunidades disponíveis.

Juntamente com os avanços da internet das coisas (IoT), os wearables estão cada vez mais populares. A expectativa é que, assim como aconteceu com os smartphones, eles se tornem uma parte importante do cotidiano das pessoas.

Neste artigo explicaremos melhor o que são wearables, quais oportunidades trazem e como podem ser utilizados na sua empresa. Confira!

O que são wearables?

O termo em inglês “wearable” pode ser traduzido literalmente como “vestível”, mas uma adaptação mais correta no contexto adequado seria “dispositivos vestíveis”.

Na prática, eles são equipamentos de tecnologia que podem ser utilizados como uma peça de roupa ou um acessório. Além disso, precisam possuir alguma forma de conexão com outros dispositivos ou, idealmente, a internet.

Entre os exemplos mais comuns hoje de wearables estão as pulseiras inteligentes e os smartwatches, que são relógios de alta tecnologia e diversos recursos (como envio de mensagens, ligações, agendamento de reuniões, monitoramento de atividades, dentre outros).

Além deles, outros dispositivos já estão sendo testados e lançados. Por exemplo, roupas com sensores que acompanham os movimentos dos usuários e óculos de realidade aumentada.

Com dispositivos vestíveis conectados o tempo todo, é possível ter acesso a dados e sobre os usuários até mesmo em tempo real. Nesse contexto, boas práticas e padrões de segurança são essenciais para garantir a privacidade das informações da empresa e seus funcionários.

Como os wearables podem ser utilizados profissionalmente?

Já existem diversos dispositivos vestíveis e aplicativos que podem ser utilizados dentro de uma empresa. Dependendo do tipo de mercado, as soluções atuais podem ser mais ou menos úteis para um negócio, mas vale a pena conhecer o que existe e pelo menos se preparar para as novidades dos próximos anos.

Os Wearables se integram muito bem outras tecnologias que estão em alta, como o Big Data, o Machine Learning e o Cloud Computing. Eles podem, por exemplo, servir como fonte para a coleta de dados, que serão processados por ferramentas de Big Data e gerarão insights valiosos após a identificação de padrões comportamentais pelo Machine Learning. Tudo isso processado e armazenado em sistemas na nuvem.

O uso de wearables na prática

Um exemplo prático está na utilização de smartwatches para times que atuam em campo, como vendedores. Diferentemente de um celular, que precisa ser removido do bolso para ser utilizado, um smartwatch pode entregar informações relevantes para um time que esteja nas ruas e também servir como interface para inserção de dados e pesquisa na hora de fechar uma compra.

Da mesma forma, o smartwatch pode ser um excelente acessório para equipes durante a realização de eventos, permitindo que eles se comuniquem com mais agilidade, praticidade e discrição.

Além dos smartwatches, outro item com alto potencial no mercado de trabalho são os óculos de realidade aumentada. Em exemplos recentes, alguns protótipos desse tipo de equipamento projetaram imagens de pessoas para deixar uma reunião remota mais pessoal, facilitando esse tipo de encontro.

Em outro exemplo desse tipo de tecnologia, arquitetos utilizaram o equipamento para decorar e reformar um ambiente ao vivo, podendo entregar para o cliente uma visão mais precisa do resultado final da obra antes do seu começo.

Os Wearables são uma tendência em alta e já começaram a abrir caminho em empresas como úteis ferramentas profissionais. A expectativa é que cada vez mais gadgets dessa categoria sejam utilizados em aplicações práticas no mundo corporativo.

Agora que você sabe o que são wearables e como eles podem ser utilizados na sua empresa, que tal aproveitar para aprender por que vale a pena investir em tendências de TI?

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *