Saiba como monitorar uma auditoria de segurança de redes

auditoria de segurança de redesQuando o assunto diz respeito à segurança da área de TI de uma empresa, os gerentes e gestores devem dar atenção especial aos processos que envolvem esse tema. Ter certeza de que os dados vão trafegar de maneira rápida e segura — sem o perigo de vazamentos, espionagens ou bloqueios — é um alívio e tanto para toda a instituição. Para isso, empresas devem sempre realizar uma auditoria de segurança de redes, com o intuito de ficarem cientes de possíveis gargalos na comunicação e descobrirem como resolvê-los.

No entanto, é necessário monitorar de perto a realização das auditorias, para assegurar que as evidências encontradas pelo auditor sejam convincentes e relevantes para a melhoria da segurança de redes.

Quais são os benefícios de realizar uma auditoria de segurança de redes?

Em primeiro lugar, é preciso saber como sua empresa tomará proveito de uma auditoria bem realizada e, consequentemente, da construção de uma rede mais segura e confiável para funcionários e clientes. Ter um bom suporte técnico e monitoramento já é um grande passo inicial.

O objetivo de uma auditoria de segurança de redes é identificar riscos para a plataforma tecnológica, revisando não somente as políticas e procedimentos internos da organização, mas também a rede e as configurações de sistema.

A partir dos “achados” obtidos pelas pesquisas e análises realizadas pelo auditor, é redigido um relatório detalhado sobre as vulnerabilidades do sistema e como corrigi-las. Falaremos sobre esse relatório mais adiante.

Portanto, entre os benefícios de realizar uma auditoria de segurança de redes estão:

  • Prevenir problemas futuros causados por invasões e corrompimento de dados importantes;
  • Economizar com gastos gerados pela não criação de um ambiente seguro para a rede;
  • Identificar atuais vulnerabilidades do sistema e saná-las;
  • Revisar políticas e procedimentos de segurança para adequá-los à rápida evolução da tecnologia;
  • Receber um relatório detalhado sobre as especificidades de seu sistema e como deixá-lo em conformidade com o que há de mais atual no mercado;
  • Ganhar confiança de investidores e clientes. Uma empresa com uma rede segura passa muito mais credibilidade.

Como gerenciar uma auditoria de segurança bem-sucedida?

Ter olhos analíticos externos olhando para todas as minúcias e “buracos” de sua rede pode parecer assustador de início. Porém, uma análise de fora pode descobrir falhas que passaram despercebidas por toda a sua equipe de TI.

Mas isso não quer dizer que não haja trabalho por parte do gestor de TI e seu time envolvendo todos os processos da auditoria. Na verdade, é preciso estar atento a diversos pontos para que o serviço contratado seja bem feito e realizado de acordo com as necessidades do cliente.

Prepare-se para a auditoria

Ok, sua empresa decidiu que é necessário realizar uma auditoria de segurança de redes e você está no comando dessa operação. Como se preparar para as atividades? Uma boa prática para nortear todo o trabalho é elaborar checklists específicos para antes, durante e depois da auditoria.

Em sua lista de planejamento devem constar perguntas sobre as habilidades e experiências da equipe que realizará a auditoria e qual treinamento pode ser dado para seus funcionários se anteciparem, além de deixar os gerentes de outros setores cientes de que haverá uma análise minuciosa da segurança da rede.

Para o momento da realização da auditoria, você pode colocar no checklist pontos centrais a seu respeito, como: qual o propósito desta investigação? Quanto tempo deve durar? Qual tipo de acesso será necessário por parte da equipe da auditoria? Planeje reuniões semanais ou quinzenais com o auditor para discutir o andamento das atividades e marque uma conferência final antes da entrega do relatório final.

Envolva gerentes das unidades

Ninguém gosta de ser pego de surpresa no ambiente de trabalho, ainda mais com algo que envolva a comunicação interna e externa. Durante o processo, o auditor pode requerer acesso a pastas e arquivos de diversos setores e, quando da execução de testes de segurança, pode, mesmo que minimamente, “invadir” o espaço de seus colegas.

Por isso, envolva os gerentes das unidades na realização da auditoria e peça para que eles especifiquem restrições quanto a horários de acesso e métodos de teste que impactariam menos os setores de produção.

Escolha auditores com experiência de mercado

Dê preferência para auditores com grande experiência em segurança de redes e computadores. Um grande diferencial é se o auditor ou seu time já tiverem elaborado projetos de segurança, e não somente realizado auditorias, pois essa experiência pode ser a chave para a execução de uma análise mais intuitiva e inovadora para sua empresa.

Fique atento às credenciais do time da auditoria, mas lembre-se que somente isto não é o bastante. Leve sempre em consideração a experiência do auditor. Se for o caso, lance mão de duas auditorias diferentes para confirmar os achados. É caro, mas pode valer a pena.

Deixe claro quais os objetivos da auditoria e qual a sua amplitude

É importante sempre deixar claro para os auditores quais são seus objetivos, seu escopo e áreas a serem analisadas. Isso é bom para manter os auditores mais atentos a determinados aspectos de sua rede.

Fique de olho se o auditor irá usar um scanner de vulnerabilidades do sistema e se ele usa ferramentas para confirmar seus achados. Um auditor experiente terá a intuição necessária para sair do óbvio e preparar melhor sua empresa para imprevistos.

Lembre-se que uma auditoria bem feita deve ter testes de penetração e revisão de políticas e procedimentos, usando como metodologia básica a pesquisa, o teste e a análise.

O auditor deve começar revisando as políticas de segurança para determinar riscos aceitáveis. Depois, deve checar implementações sem autorização e confirmar se o ambiente é compatível com o inventário da gerência (ou seja, se o auditor possui experiência suficiente no time para lidar com diferentes OS).

Continue a monitorar após a auditoria

Mesmo após o término da auditoria, algumas medidas podem ser tomadas para manter sua rede em segurança. Discuta o relatório com seu time e indique quais as medidas corretivas devem ser tomadas para sanar os problemas. Providencie relatórios tri ou semestrais sobre o estado da rede para facilitar o monitoramento.

Como deve ser o relatório final?

Um relatório bem feito deve ser claramente direcionado para as especificidades de sua empresa. O auditor tem que interpretar bem os dados obtidos pelas ferramentas utilizadas e ser intuitivo na resolução de gargalos.

Fique atento a diversos pontos do texto, que deve conter: a fonte da ameaça; a probabilidade de acontecer; o impacto da exposição (quanto dinheiro será perdido ou quanto da reputação da empresa estará em jogo); ações recomendadas para resolver os problemas; possíveis problemas legais e o risco de sofrer uma interrupção, como um ataque DoS.

Caso ache necessário, um modo de confirmar os achados contidos no relatório é colocar sua equipe de TI para comprová-los.

Por que estabelecer uma boa base de segurança por meio de auditorias anuais?

A tecnologia, juntamente com suas inúmeras soluções e perigos, cresce e evolui em uma velocidade difícil de acompanhar. E quando se trata de políticas de negócios e procedimentos de segurança, temos uma grande discrepância no que tange a adequação de um item a outro. Perder o passo na evolução tecnológica é um dos erros mais comuns na gestão de TI.

Visto isso, é de essencial importância que o gestor de TI realize auditorias externas anuais em sua rede, com o intuito de renovar sempre as tecnologias empregadas na sua segurança e manter-se atualizado quanto às melhores práticas utilizadas no mercado.

Quando o assunto é a segurança da rede de sua empresa, o mais imprudente é pensar em algum momento que ela está isenta de falhas ou aberturas. Organizações crescem e suas estruturas de segurança devem mudar proporcionalmente, por isso estabelecer auditorias anuais dará a sua empresa a conformidade necessária para ter uma rede confiável e segura.

E então? Pronto para realizar uma auditoria de segurança de redes em sua empresa? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco suas ideias sobre o assunto!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *