ROI de projetos de TI: entenda a importância e saiba como medir

O ROI de projetos de TI é uma métrica de desempenho cujo principal objetivo é avaliar, de maneira eficiente, se a automação de processos engendrou uma resposta positiva, financeira ou de gestão.

Sua elaboração pode mensurar fatores como aumento ou diminuição de produtividade, existência de gargalos na infraestrutura, melhoria do fluxo de informações, entre outros.

O ponto de convergência entre o planejamento de uma estratégia e a eficiência de sua aplicação (como tempo, proficiência de aprendizagem e inexistência de defasagem tecnológica do sistema escolhido) são os resultados obtidos após a sua implantação.

Neste post, abordaremos a viabilidade de um projeto de TI e como o cálculo do ROI é necessário para acompanhar os impactos na adoção de novas tecnologias. Confira!

ROI de projetos de TI como métrica de desempenho

O cálculo do ROI pode ser feito subtraindo o custo de investimento do ganho resultante da implantação de projetos de TI. Em seguida, divide-se esse resultado pelo custo de investimento novamente, conforme fórmula a seguir:

ROI de projetos de TI = (Resultados da implantação – Custo de investimento) / Custo de investimento

Por exemplo: digamos que, ao implantar um novo ERP (Enterprise Resource Planning), o ganho obtido de eficiência produtiva (melhores índices de venda, entre outras vantagens organizacionais) foi calculado em R$ 500 mil. Já o custo do investimento total (custo do software, máquinas adquiridas, implantação de rede, tempo de aprendizagem, entre outros) foi de R$ 100 mil. Logo:

(500.000 – 100.000) / 100.000 = 4

Esse resultado significa que o ROI, ou seja, a taxa de retorno desse investimento de TI foi de quatro vezes o investimento inicial. Para quantificá-lo em porcentagem, basta multiplicar o resultado por 100. Assim, no exemplo, o ROI foi de 400%.

Todas as receitas e despesas, por menores que sejam, devem ser incluídas para a obtenção de um resultado preciso. Além disso, fatores externos podem influenciar diretamente nesse resultado, o que dificulta a mensuração perfeita do ROI.

Indicadores que auxiliam no cálculo do ROI de projetos de TI

Com a avaliação do ROI de projetos de TI, é possível justificar financeiramente projetos que muitas vezes possuem alto valor de investimento, maiores custos de implantação e manutenção e dificuldade de percepção de suas vantagens.

Para obter um valor de ROI ainda mais preciso, porém, é importante mensurar outros indicadores de desempenho intangíveis. Destacamos alguns:

  • Eficácia de gestão: medida pela rapidez na tomada de decisão adquirida com melhores relatórios;
  • Satisfação dos clientes: diminuição do churn (índice de cancelamento de clientes), menor volume de troca de mercadoria e reclamações na prestação de serviços;
  • Abrangência nas campanhas de marketing: mensurada pelo aumento de leads em contato com a empresa, facilidade na captação e na fidelização de clientes;
  • Melhora da cultura organizacional: comportamento proativo e responsivo dos colaboradores, rapidez no uso do sistema, diminuição de índices de ociosidade.

Apesar da dificuldade de mensuração desses índices de desempenho, a implantação de projetos de TI garante às empresas:

  • Eficiência produtiva, com maior volume de produção em menor tempo de trabalho e mínimos erros de processos;
  • Expansão da receita com aumento das vendas;
  • Possibilidade de adesão a novas oportunidades no mercado.

O ROI de projetos de TI é uma métrica de desempenho cujo principal objetivo é garantir resultados aos gestores, mesmo que em longo prazo. Nesse contexto é importante planejar estratégias que minimizem os gargalos surgidos com a implantação desses projetos e acompanhar outros indicadores de desempenho da empresa para saber se há um retorno positivo.

Se você esclareceu suas dúvidas mas ainda quer receber informações para melhorar os resultados da sua empresa, assine agora nossa newsletter!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *