People Analytics: como funciona a análise de dados aplicada à gestão de pessoas

Tomar decisões baseadas em dados é cada vez mais comum entre as lideranças. E a área de RH também pode se beneficiar disso! Através do People Analytics, é possível coletar, organizar e analisar informações aplicadas à gestão de pessoas para se obter uma visão estratégica de cada colaborador em uma organização.

Quer saber mais sobre o impacto desta metodologia? Siga com a leitura e explicaremos!

Entenda melhor sobre o People Analytics

Apesar de todos os recursos disponíveis com as novas tecnologias, as empresas ainda possuem um grande caminho para implementá-las. E na gestão de pessoas, não é diferente. Um estudo revela que enquanto 70% das pessoas utilizam alguma forma de Inteligência Artificial (IA) em sua vida pessoal, apenas 6% dos profissionais de RH estão implantando-a ativamente e 24% dos funcionários a empregam, de alguma forma, no trabalho.

O People Analytics utiliza a tecnologia a favor da tomada de decisões com mais qualidade em relação à gestão de pessoas. O seu princípio básico parte do uso de dados sobre cada pessoa que trabalha na empresa. Entre eles, estão a folha de pagamento e a marcação do ponto, dentre outros. Assim, é possível reconhecer quando um colaborador se destaca ou quando é preciso ajuda em determinada área, devido à baixa produtividade, por exemplo.

É bom esclarecer que o People Analytics é uma metodologia que se baseia na coleta, na organização e na análise de dados. Com este método, você pode cruzar os indicadores de gestão de pessoas para analisar quais colaboradores merecem reajustes e também dar mais produtividade às atividades de rotina.

Implementando o People Analytics na prática

1) Estabeleça objetivos

Este é o pontapé inicial para a implementação do People Analytics. Faça um levantamento com os principais problemas enfrentados pelo setor de RH e defina o que se pode resolver com a análise de dados. Seja para identificar um talento ou a performance de uma equipe, por exemplo, todas as dificuldades devem ser enumeradas.

2) Defina métricas e indicadores de sucesso

Dependendo do tamanho, uma empresa pode dispor de uma centena de dados. Por isso, a importância de definir as métricas e os indicadores para realizar uma análise. As informações brutas, por si só, não indicam um caminho. Assim, é preciso levar este item em consideração para não chegar a conclusões equivocadas.

3) Comunique à equipe e envolva os funcionários

A transparência é fundamental na implementação de qualquer nova metodologia. Por ser algo recente, explique o que é o People Analytics e como isso vai impactar a vida destes profissionais. Para isso, conte com a equipe de comunicação, que poderá criar campanhas em vários meios de divulgação da empresa.

4) Adote uma ferramenta de análise

Escolha uma ferramenta de análise que seja de fácil acesso e que todos possam entender seus resultados. Promova treinamentos sobre ela junto a equipe que ficará responsável em atuar no cruzamento de dados.

5) Colete e verifique os dados

É importante extrair todos os dados e dedicar um tempo para a análise dos mesmos. Num primeiro momento, o montante pode assustar. No entanto, é possível encontrar informações preciosas sobre os funcionários.

A partir da análise de dados do People Analytics, o RH de sua empresa pode subir a outro patamar, contribuindo para o desempenho tanto do setor como de seus funcionários.

Segundo pesquisa, funcionários acreditam que a aderência a tecnologias aumentará a eficiência operacional (59%), agilizará a tomada de decisão (50%) e melhorará a experiência do funcionário (37%). Com a adesão de tecnologias para captação de dados no setor de RH, é mais fácil a identificação de problemas que devem ser resolvidos. Sem dúvida, algo que pode auxiliar – e muito – em um ambiente de trabalho motivador.

Este artigo foi útil para você? Em nosso blog, você ainda encontra muitos outros assuntos relacionados ao RH. Confira!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *