Os smart contracts ou contratos inteligentes vão mudar o setor de compras

smart contractsA transformação digital vem revolucionando o funcionamento das empresas. Nesse contexto, o setor de compras também está sendo impactado. Os smart contracts, por exemplo, vêm substituindo os contratos tradicionais, trazendo uma série de benefícios para o departamento.

Para entender essa nova realidade, vamos explicar o que são os smart contracts e as mudanças que a tecnologia vem trazendo para o setor de compras. Entenda a seguir e melhore sua gestão documental!

O que são os smart contracts?

Chamados em português de contratos inteligentes, os smart contracts são uma tecnologia que tem como objetivo a automatização de transações e maior controle sobre os acordos.

Os smart contracts são documentos autoexecutáveis, ou seja, o contrato é realizado automaticamente e sem a necessidade de um intermediário. A ideia é unir as fases de elaboração de um contrato ao controle de sua execução em um só sistema.

Assim, uma vez que as condições das partes são cumpridas, o contrato se auto executa. Os recursos criptográficos da tecnologia garantem uma forma de controle eficiente, que impede fraudes e alterações indevidas nos termos contratuais.

O uso da tecnologia tende a se expandir cada vez mais, criando um potencial de aplicação ainda inimaginável no futuro. Atualmente, ela já é utilizada para transações de dinheiro, propriedades, bens móveis e imóveis ou qualquer outro item de valor.

Além disso, outras tecnologias em alta estão intimamente relacionadas aos smart contracts. Entenda!

Blockchain

Hoje é sabido que a blockchain – cadeia de blocos – é a tecnologia que está por trás das criptomoedas, como os conhecidos bitcoins. Responsável por registrar todas as transações feitas com a moeda digital, a blockchain funciona como uma espécie de livro-razão.

O que talvez nem todo mundo saiba é que o uso dessa tecnologia se ampliou para outras áreas. É por meio da blockchain, por exemplo, que todas as cláusulas contratuais de um smart contract ficam registradas.

Bitcoins

Para que as transações financeiras de bitcoin sejam possíveis, os smart contracts, além da blockchain, são um dos elementos cruciais. Isso porque o que sustenta a formalização das transações digitais é justamente o modelo de contrato inteligente.

Digital vs. físico

Hoje percebe-se que os documentos físicos podem ter uma série de desvantagens. Sua validação, por exemplo, depende de um mediador, como um sistema judicial, tornando as negociações contratuais onerosas e demoradas. Além disso, a gestão física de documentos leva a uma enorme perda de tempo, gerando custos desnecessários para a empresa.

Os smart contracts, por sua vez, são mais eficientes por serem digitais e automaticamente executados. Seu caráter virtual também dispensa a presença física dos envolvidos na negociação. 

Além disso, a não necessidade de intermediador permite que as negociações entre o setor de compras e os fornecedores, por exemplo, sejam mais adequadas aos interesses das partes.

Segurança

Os programas de computador responsáveis por efetivar os smart contracts definem as obrigações, as normas e as penalidades para a execução dos contratos. Assim, são tão – ou mais – seguros que os contratos físicos.

Os contratos tradicionais abrem espaço, por exemplo, para interpretações jurídicas diversas. Já os inteligentes, por usarem linguagem computacional com códigos criptográficos, reduzem ambiguidades e interpretações dúbias. Logo, isso garante mais segurança às negociações contratuais e, no contexto do setor de compras, reduz conflitos entre fornecedores e empresa.

O sistema de blockchain também evita a prática de fraudes por seu caráter de transparência. As informações são imutáveis, ficando registradas em toda a rede, que é pública e pode ser validada por todos os usuários.

Back up

Outro recurso que torna os smart contracts ainda mais seguros é o seu sistema de back up, por meio do qual o histórico dos acordos contratuais é mais confiável. Além disso, os smart contracts duplicam as operações realizadas para que ambas as partes da negociação tenha um registro do documento.

Os smarts contracts e o setor de compras

Os impactos dos smarts contracts já podem ser vistos no setor de compras. Muitas empresas estão iniciando mudanças em suas operações, migrando, por exemplo, suas atividades do plano físico para o digital.

A automatização da gestão de contratos e novas práticas digitais estão sendo adotadas, a fim de trazer mais controle aos profissionais e mais eficiência para os departamentos. 

O uso de tecnologias como os smarts contracts tem uma série de vantagens. Veja algumas das mudanças que a tecnologia está trazendo nas empresas:

  • Economia significativa de custos, por eliminar gastos com papel, tinta para impressão, equipamentos e armários para armazenamento documental;
  • Autonomia nas negociações entre a empresa e seus fornecedores, já que os smart contracts não precisam de um intermediário no processo;
  • Melhora do fluxo de processos por meio da automação, trazendo melhor retorno financeiro para a organização;
  • Mais precisão e efetividade nas negociações, visto que os smart contracts evitam erros humanos e têm um sistema de controle mais efetivo da execução dos contratos.

Como você viu, adaptar-se às mudanças da transformação digital não é apenas uma necessidade para as empresas. Mais que isso, os benefícios dos smarts contracts para o setor de compras comprovam que a tecnologia é uma oportunidade de disrupção para a empresa estar à frente no mercado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *