O que é copywriting e como redigir textos que vendem mais

Você certamente já deve ter gasto horas pensando em como melhorar o posicionamento  de sua marca. Mas você sabe o que é copywriting? É uma das soluções que está em alta no mercado. A arte de escrever e produzir bons conteúdos faz toda a diferença para atrair e conquistar clientes.

Caso você ainda não conheça o copywriting, este é o artigo certo para tirar as suas dúvidas! Boa leitura.

O que é copywriting e qual a sua importância para as empresas?

Quantas vezes você deixou de ler algo sobre determinado produto ou empresa porque o texto era ruim ou pouco envolvente? É provável que o mesmo não tenha sido escrito por um copywriter. Diferente de um redator tradicional, a função deste profissional é escrever materiais com o foco em vendas. Por isso, investe as melhores técnicas para informar o leitor em todos os estágios do funil.

Aqui, também é preciso distinguir o copywriting da redação publicitária, sendo que esta é voltada ao meio a persuadir o leitor, usando uma linguagem de maneira convicta e estabelecida.

Fundamentos básicos do copywriting

Algumas características básicas fazem com que o copywriting atue melhor. Entre elas, é possível citar a urgência, a especificidade, a exclusividade e a conexão nos textos. Porém, isso não significa que é preciso haver tudo num único texto. A combinação dos elementos certos já pode fazer a diferença.

Para ajudá-lo(a) com isso, separamos algumas dicas de como redigir um conteúdo atrativo e eficaz:

Conheça bem o seu público-alvo e as personas

Fixe bem esta regra! Você só pode convencer seu público de uma ação quando o conhece, sabe das suas necessidades e da forma como prefere ser comunicado. As personas podem ajudar nas respostas de todos os quesitos necessários. Desta maneira, você irá criar textos que chamam a atenção do público, entregando o que ele realmente necessita.

Recorra ao storytelling

A técnica de contar histórias – ou storytelling – faz com que o público crie um envolvimento com o que está sendo dito. Seja compartilhando conquistas ou medos, os depoimentos estabelecem uma conexão com o público-alvo.

Foque em gatilhos mentais

Alguns mecanismos cerebrais contribuem para tornar mais rápido o processo de decisão do cliente. De forma resumida, eles são diretrizes que o nosso cérebro usa para não precisar perder tempo e energia a cada tomada de decisão. Ao aplicá-los de maneira correta, você é capaz de engajar as pessoas, motivando-as a agir.

Não esqueça do Call To Action (CTA)

É preciso indicar para o leitor o próximo passo a ser tomado. Assim, o Call To Action (CTA) deve ser item obrigatório em seus materiais, uma vez que ele faz total diferença para a sua taxa de conversão. Alguns termos como “clique aqui”, “acesse agora” e “cadastre-se” são bons exemplos de CTAs.

Ao compreender o que é copywriting e fazer bom uso de suas técnicas, certamente você conseguirá chamar a atenção de seu público-alvo. Identifique as suas personas, conte a sua história e indique qual ação deve tomar. Dessa forma, o posicionamento de sua empresa perante o mercado vai mudar completamente – e para melhor! 

Gostou de nosso artigo? Confira outros assuntos, em nosso blog!

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *