Novas tecnologias e seus impactos na comunicação das empresas

Sumário

Introdução

Capítulo 1: Novas tecnologias impõem novas relações

Capítulo 2: Tecnologias e transformação digital na comunicação

Capítulo 3: Como comunicar com novas ferramentas e meios

Conclusão

Introdução

O modo de pensar, comunicar e se relacionar da sociedade mudou. O surgimento de novas tecnologias, a partir da evolução dos dispositivos móveis, influenciou grande parte dessa mudança. E esse processo, por consequência, também afetou o modo das empresas se comunicarem.

Neste caso, as novas tecnologias vieram para auxiliar quaisquer organizações a partir de uma comunicação interna e externa mais transparente e sem ruídos. Entretanto, é preciso acompanhar o ritmo imposto pelas mesmas.

É importante estar atento(a) quanto ao uso do mecanismo mais acertado para sua empresa em base no seu público, uma vez que as novas tecnologias também influenciam no relacionamento com os mesmos.

Capítulo 1: Novas tecnologias impõem novas relações

As mudanças que as novas tecnologias trazem até a rotina de trabalho não param de aumentar. A tendência é que a maneira de se comunicar seja ainda mais variada.

A informação perdeu a barreira geográfica e, hoje, chega a qualquer lugar do mundo. Essa expansão digital também vem causando impactos socioculturais. As organizações procuram acompanhar a tecnologia e evoluir neste ambiente, ajustam-se de todas as maneiras em relação à tecnicidade. Neste contexto, surgem revoluções nos processos de comunicação interna e relacionamento entre empresa e funcionários.

O diálogo entre ambos é muito frequente, por vezes até mesmo fora do horário de trabalho. Facilitada através da conexão de dispositivos móveis, as atividades passam a interferir no cotidiano dos profissionais.

Por este motivo, é fundamental que as organizações estejam atentas a como o público-alvo está reagindo aos períodos de transição. Seja mudando a forma de trabalho e contratação de funcionários (como a partir de modelos homeoffice) por conta das possibilidades que as novas tecnologias trazem, ou até mesmo o perfil do consumidor, que procura agilidade no consumo (a exemplo de alternativas omnichannel) e mais vias de contato com a empresa.

Voltando ao caso da relação entre empresa e colaborador, nos dias de hoje, basta apenas ter um dispositivo móvel com internet para que haja comunicação a qualquer momento. Isso facilita o trabalho.

Já em relação ao cliente, a necessidade de estar sempre disponível obrigou, por parte das empresas, uma readaptação de horários e canais. As pessoas não querem esperar um dia inteiro pela resposta sobre um problema que ocorreu com o produto ou serviço adquirido. O desejo é de uma solução rápida!


Leia também: Comunicação empresarial: como aumentar os resultados e as vendas da empresa


Interatividade

De acordo com o IBGE, em 2010, 67,9 milhões de pessoas acima de 10 anos utilizavam a web para os mais diversos fins. Isso significa que houve uma alta de 32 milhões de novos usuários.

Dados como esses reforçam a importância das novas tecnologias para se relacionar com o público. A hora é de explorar como elas beneficiam seu negócio diariamente. Nem que, para isso, seja necessário repensar certos fatores.

As informações obtidas através da interatividade com os canais de comunicação estão ricas de insights úteis para você oferecer aquilo que seu público necessita. Seja com estratégias de comunicação interna ou uma grande campanha para atrair mais clientes.

Com uma plataforma automatizada, você pode criar conteúdo oportuno e relevante, levando em conta o histórico e o comportamento do cliente ou colaborador. Uma boa base de dados pode direcionar as melhores formas para que isso aconteça.

Capítulo 2: Tecnologias e transformação digital na comunicação

As novas tecnologias estão impactando tanto o setor de Marketing quanto o de Recursos Humanos (RH) das empresas. O crescimento de Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (NTICs) possibilitou uma maior difusão das informações.

Cabe às empresas refletir sobre como estão se preparando para comunicar aos seus colaboradores sobre essa nova realidade.

Pesquisas apontam algumas tendências que estão mudando a comunicação das empresas:

  • 79% dos usuários preferem assistir a um vídeo sobre determinado produto, ao invés de ler um texto;
  • 75% entre mais de 200 executivos dizem que a Inteligência Artificial (IA) será usada ativamente em seus negócios nos próximos 3 anos;
  • 51% dos consumidores afirmam que a empresa deve estar disponível em chats 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Porém, sobre quais tecnologias é preciso ficar de olho? Para a Gartner, é importante que você esteja atento(a) a essas soluções:

Mobile

A estimativa é o que o número de dispositivos por pessoa, incluindo smart TVs e wearables, seja maior do que 6 em 2020.

Um estudo apontou que 45% das transações do varejo online no Brasil, em 2016, envolviam dois ou mais dispositivos da primeira visita ao site até a conclusão da compra.

Por isso, estar em multiplataformas permite uma melhor experiência com o usuário. A comunicação precisa ser adaptada para garantir o relacionamento on-line, independente do recurso utilizado.

Pense de que forma as campanhas internas ou externas estão sendo exibidas. As imagens se adaptam facilmente à um smartphone, por exemplo? Caso a resposta seja negativa, é hora de investir nestas soluções.

Modelos de atribuição

Ajudam no mapeamento e na análise dos meios de contato ao longo da jornada de compra do consumidor que mais contribuem à conversão. Nos modelos de atribuição é possível configurar URLs, que serão divulgadas em cada canal usado pela empresa. Ao cruzar os dados de conversão, identifica-se onde os clientes mais clicaram e em que meios realmente houve a venda.

No caso do Marketing, as ferramentas de atribuição permitem que marcas verifiquem a eficácia do seu investimento em mídia e, com isso, ajustem suas estratégias no decorrer das campanhas.

Já na questão da empresa para com seus funcionários, podem auxiliar na identificação de pontos com os quais os colaboradores interagem em ações de Endomarketing.

Análises preditivas/Big Data

Antecipa comportamentos futuros e estima resultados desconhecidos. No entanto, a fim de que possam ajudar sua empresa, é preciso implementar uma cultura de dados no ambiente de trabalho. As decisões devem ser tomadas com base nos mesmos e, para que isso ocorra, é necessário que tudo seja registrado.

Uma solução está no uso de plataformas centralizadas para a coleta de informações, tanto dos clientes quanto dos colaboradores, em todos os canais disponíveis da empresa. Desta maneira, todo o conhecimento pode ser usado em um evento futuro.

Inteligência Artificial

Este recurso é capaz de revolucionar os negócios nos próximos anos. A partir de seu uso, as estratégias passam a ser adotadas com mais rapidez e confiabilidade. Possibilitando experiências como a conversação, a personalização em tempo real, a operação multicanal e a geração de conteúdo. A automação de processos, tanto internos quanto externos, facilita a comunicação entre empresa e público.

Identificação por dispositivos cruzados (XDID)

Uma pessoa pode recorrer a vários dispositivos para se comunicar. Logo, estar presente na maioria deles é um desafio para as empresas. Contudo, se faz necessário identificar quais dispositivos seu público-alvo mais acessa e investir em meios de acessibilidade nos mesmos, a fim de que a experiência do usuário seja a melhor e mais completa possível.

Plataformas personalizadas (CDPs)

Os CDPs coletam e unificam dados de várias origens em um único perfil, criam e gerenciam segmentos e inserem essas segmentações em uma ferramenta de execução. Elas podem transformar o modo como a sua empresa fornece experiências relevantes entre os canais disponibilizados.

Avalie sua tecnologia existente – você pode descobrir que sua solução já possui os recursos do CDP. Assim, quanto mais você conhece seu público, mais fácil se torna a comunicação com o mesmo.

Chatbots

Os chatbots são uma das apostas para a Transformação Digital nas empresas. Em linhas gerais, os robôs de bate-papo permitem que pessoas e empresas conversem por meio de aplicativos de mensagem de forma dinâmica e até mesmo personalizada. Oferece agilidade no repasse de informações, atendimento e fidelização de clientes em diferentes tipos de canais e serviços. Além disso, automatizam parte do atendimento, reduzindo custos com call centers e outras ferramentas ou processos.

Capítulo 3: Como comunicar com novas ferramentas e meios

Embora as novas tecnologias estejam à disposição para facilitar os processos do dia a dia das empresas, é preciso manter a sensibilidade e considerar as necessidades das pessoas antes de qualquer coisa.

Para a comunicação fazer sentido, deve contar uma história e ser personalizada ao público. A tecnologia é justamente uma facilitadora para que isso aconteça. Não se trata apenas de oferecer novos recursos, mas de saber a forma com que as pessoas preferem interagir.

É fundamental dialogar com o público em vídeos, textos, mensagens curtas ou até mesmo utilizando emojis, considerando uma determinada tecnologia.

Em uma fábrica, por exemplo, os murais digitais são excelentes opções para disseminar as mensagens de maneira ágil e exclusiva.

Quando interagimos com públicos que não pertencem à companhia, também é necessário pensar na melhor solução. No caso de locais com grande fluxo de pessoas ou filas de espera – como shoppings centers e bancos -, o mais indicado para reter a atenção é o uso de tecnologias multimídia.

A vitrine digital, por exemplo, é uma poderosa ferramenta entre as novas tecnologias para conquistar o cliente de forma atrativa. Assim como a TV indoor, para funcionários e fornecedores. Os estímulos visuais já são conhecidos de longa data, aplicando recursos como esses a fim de persuadir o público, comunicar e informar.

Conclusão

As novas tecnologias estão aí para facilitar o processo de comunicação. A agilidade com a qual o conhecimento chega ao público-alvo é muito relevante. Hoje em dia, as pessoas já estão acostumadas a saberem de tudo em tempo real, dos dados às notícias. Por isso, o ideal é mesclar o uso de diversas mídias conforme o objetivo do negócio.

Em estabelecimentos comerciais ou em empresas com filiais, a programação de uma TV indoor pode transmitir os principais conteúdos, facilitando a comunicação e a tornando mais dinâmica com o uso da TV.

Pensando na comunicação interna em grandes empresas, um mural digital pode auxiliar na transmissão rápida de conteúdo, unificando as informações de Endomarketing e RH, além de contribuir para a redução do uso de papel.

Independente de qual seja a sua necessidade, faça uso de um plano de comunicação bem estruturado. Essa, sem dúvidas, é a melhor forma de alcançar metas, amenizando qualquer impacto em sua empresa.

O plano de comunicação é um poderoso aliado da gestão, do fortalecimento das equipes e do atingimento dos objetivos que estão atrelados ao sucesso da comunicação, impactando o aumento das vendas e, consequentemente, ao lucro organizacional.

A dica principal é estudar seu plano detalhadamente e acompanhá-lo de perto, garantindo assim o melhor desempenho e a fluidez da sua comunicação.

Gostou deste conteúdo? Navegue em nosso blog para ler mais sobre o assunto! E se restou alguma dúvida, não deixe de entrar em contato conosco!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *