Marketing de proximidade: conheça a estratégia que vai aumentar sua taxa de conversão no PDV

O marketing de proximidade está mudando a forma com que muitas empresas procuram soluções para melhorar resultados. E aí vai um bom motivo para querer incluí-lo em suas ações de marketing: organizações que adotaram tal tática tiveram um crescimento de 41% nas vendas.

Quer entender mais sobre como essa estratégia de marketing pode impactar resultados?  Siga a leitura e conheça aspectos dessa metodologia!

O que é marketing de proximidade e quais são os seus benefícios?

O marketing de proximidade surgiu com as novas tecnologias e a facilidade de interação que elas proporcionam. Através do uso de geolocalização, as empresas podem impactar os clientes que estão próximos. E esse mercado deve crescer mais de 28% até 2023.

Ao chegar próximo desse ponto, os consumidores recebem uma mensagem segmentada. Esta pode ser sobre alguma promoção ou até mesmo um convite para que entrem na loja e conheçam um produto específico.

As vendas em PDV ainda são as que predominam. Ativações no PDV, como ofertas, pontos extras e presença em checkouts, elevam a participação de mercado de fabricantes líderes em mais 25%, segundo relatório.

Para gerir o desempenho das vendas e garantir uma boa execução, é preciso compreender os fatores que influenciam nas decisões de compra e, com base nisso, direcionar suas estratégias no ponto de venda. As vantagens mais relevantes que o marketing de proximidade proporciona são:

  • Aumento da taxa de conversão: sem dúvidas, é um modo diferente de atrair os clientes, principalmente aqueles que gostam de tecnologia;
  • Coleta de dados acerca dos consumidores: a partir das informações dos clientes, é possível elaborar campanhas mais direcionadas e personalizadas;
  • Posicionamento da marca: clientes tendem a valorizar empresas que proporcionam interação e uma melhor experiência de compra. Além disso, você ainda sai na frente dos seus concorrentes;
  • Diferencial competitivo: no Brasil, ainda é tímido o uso de geolocalização para envio de ofertas. Este pode ser um diferencial para empresas que apostam no marketing de proximidade.

Dicas para colocar o marketing de proximidade em prática

Defina e conheça seu público-alvo

Quando você sabe com quem está falando, mais fácil se torna a comunicação e também o conhecimento sobre as necessidades do consumidor. Por isso, é importante traçar qual o seu público-alvo, além de entender seu comportamento para aplicação do Marketing de Relacionamento.

Estabeleça conteúdos para divulgação

Estabelecido o público, é preciso avaliar quais assuntos e canais de comunicação despertam o seu interesse. A inovação é um grande meio de engajar os consumidores.

Escolha a tecnologia a ser utilizada

Uma grande variedade de tecnologias está disponível para facilitar a aproximação com o consumidor. Confira algumas opções:

  • Beacons (GPS indoor): funcionam como um ponto que emite os sinais percebidos pelos aparelhos dos usuários;
  • NFC e QR Code: ambas as tecnologias (que são similares, inclusive) proporcionam ao visitante a leitura de um código com o seu smartphone, contendo uma mensagem embutida;
  • GSM: consiste no envio de mensagens por SMS;
  • TV Corporativa: possibilita a interação mais lúdica com produtos e serviços, enquanto o usuário visita os locais desejados.

Por fim, podemos dizer que o marketing de proximidade ainda é novo e pouco explorado, o que faz com que se torne uma ótima alternativa para inovar. Sendo assim, é importante levar em conta qual o seu papel em uma campanha e para qual perfil de consumidor a comunicação se destina.

Precisa de mais informações relevantes para melhorar as suas vendas? Então, entenda o que é storytelling e como usá-lo para alavancar seu negócio. Até a próxima!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *