Investir em comunicação interna: os 4 principais motivos

A comunicação dentro das corporações ganhou um significado ainda maior nos últimos tempos, quando a gestão de pessoas passou a orientar as estratégias empresariais — diferentemente de quando produtividade a todo custo era seu principal objetivo.

A importância que os colaboradores passaram a assumir para a empresa incentivou o desenvolvimento da área de recursos humanos e colocou a comunicação interna na pauta do dia. Ela é fundamental na valorização do colaborador e no elo informativo entre direção e equipe, além de impactar na propagação de uma imagem institucional positiva.

Neste post, vamos apresentar para você, gestor de marketing, comunicação ou áreas afins, os principais motivos para investir em comunicação interna, bem como seus benefícios e resultados para a empresa.

Relação de transparência entre empresa e colaborador

O principal motivo para investir em comunicação interna é o estabelecimento de uma relação verdadeira e transparente entre os altos escalões da empresa e os colaboradores de maneira geral, evitando boatos que podem causar problemas à empresa.

Independente dos problemas pelos quais a empresa esteja passando, é importante cultivar uma comunicação aberta e honesta entre gestores e colaboradores, evitando alimentar falsas esperanças e valorizando o comprometimento de todos na superação de desafios.

A melhoria da comunicação entre os colaboradores é também beneficiada pelos processos de comunicação interna. Ela estimula o diálogo entre os pares, abrindo espaço para contribuições com novas ideias e sugestões, além de oferecer um canal aberto para solucionar problemas e insatisfações.

Bônus: Saiba como melhorar os resultados da sua empresa com a comunicação interna

Motivação e engajamento dos colaboradores

Quando há a sensação de que a empresa é honesta e mantém uma boa relação no repasse das informações, os funcionários tendem a se comprometer mais com o trabalho, sentindo-se mais motivados e engajados no desempenho de suas atribuições.

Estudos comprovam que o estímulo da satisfação interna ajuda na redução de demissões, retendo os talentos e desenvolvendo as potencialidades profissionais. Além disso, quando o funcionário está engajado, ele torna-se mais criativo e tem mais abertura para dar ideias, encontrando soluções para crises ou outros problemas que possam surgir.

O líder como apoio da comunicação interna

O papel do líder nos processos de comunicação interna tem fundamental importância: ele é o elo mais próximo no repasse de informações estratégicas da empresa. Infelizmente, dependendo do porte da empresa, não é possível que os diretores se comunique mais pessoalmente com todos os colaboradores; surge aí o papel do líder.

O líder, quando bem treinado, atua a favor da empresa e do colaborador. Por meio dele, os funcionários podem expor suas opiniões, questionar e apresentar qualquer reclamação. Já a empresa, após suas determinações, consegue repassar informações de maneira mais próxima de cada colaborador, pois o líder já possui um relacionamento com seus subordinados, facilitando assim a transmissão e compreensão das mensagens.

Os canais de comunicação

O maior custo dos investimentos em comunicação interna é a implantação dos canais de comunicação, que podem ser físicos ou digitais. De acordo com o meio de comunicação escolhido, é necessário adequar as mensagens transmitidas e a linguagem utilizada: um texto para jornal deve ser diferente da informação passada por e-mail ou pelas redes sociais, por exemplo.

Boletins, murais, intranet e eventos devem ser formulados com uma mesma identidade visual, facilitando assim a apreensão das informações. Além disso, profissionais qualificados devem ser designados para a execução dessas tarefas, evitando, assim, entendimentos diferentes da mesma mensagem.

Hoje, a TV Corporativa pode agregar soluções em imagens, áudio e vídeo, que traduzem as mensagens de maneira mais interativa e ágil, podendo ser atualizada para diferentes locais descentralizados ao mesmo tempo por meio de sistemas online, caracterizando-se assim como um dos investimentos mais inovadores feitos em comunicação interna.

Você já utiliza algum canal de comunicação interna interativo e tecnológico, como as TVs Corporativas, por exemplo? Comente abaixo sua opinião sobre os investimentos nesse segmento da empresa.

Fale agora mesmo com nosso time de consultores.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *