Infraestrutura sem fronteiras: parcerias e utilização de BYOD e BYOA

Infraestrutura sem fronteiras: BYOD & BYOA

A realidade do setor de TI das empresas está constantemente se modificando com os avanços tecnológicos e também com a influência de tendências de mercado. No post de hoje vamos entender como os mais recentes conceitos BYOD e BYOA estão mudando e contribuindo para a mobilidade de infraestrutura das empresas. Confira!

O que significa BYOD e BYOA?

O termo BYOD (Bring Your Own Device), em tradução, significa “traga o seu próprio dispositivo”. O conceito, que surgiu nos últimos anos, traz a ideia de que os funcionários podem levar seus notebooks, câmeras, smartphones ou tablets para o trabalho e utilizem os próprios dispositivos para fazer os seus serviços.

Com a grande aceitação da tendência de utilizar os próprios dispositivos no trabalho, surgiu a opção de fazer o mesmo com os aplicativos: BYOA (Bring Your Own Application) — “traga o seu próprio aplicativo”.

Ao aderir a essas duas tendências, a empresa permite que os seus colaboradores utilizem as ferramentas que acharem melhor para trabalhar. Além de confortável para eles, essa opção permite que a organização reduza os seus custos com as aquisições de dispositivos e softwares.

Redução de custos e foco em produtividade

Todo mundo sabe que as aquisições de tecnologia da informação são bastante elevadas em um ambiente corporativo. Por esse motivo, a utilização dos conceitos de BYOD e BYOA estão fazendo com que a infraestrutura das empresas que os utilizam mude completamente.

Esta tendência permite que as companhias comprem menores quantidades de notebooks e smartphones ou não gastem com equipamentos e soluções, podendo assim, reduzir os gastos e otimizar os seus recursos.

A aplicação desta estratégia pode ser bem interessante para os executivos que não se importam se um funcionário está utilizando um notebook próprio ou da empresa, e sim com os resultados que são gerados a partir do seu trabalho.

O ganho em mobilidade

Ao permitirem o uso dos dispositivos pessoais dos funcionários, as empresas acabam ganhando em mobilidade, pois o funcionário tem a facilidade de levar o seu notebook para o trabalho, para reuniões com clientes, viagens de negócios, eventos com fornecedores, entre outras situações.

Tudo isso é muito positivo para a empresa, uma vez que ter funcionários dispostos a colaborarem fora do ambiente de trabalho reduz os seus gastos com equipamentos e aprimora a produtividade da sua equipe.

Mesmo em reuniões internas, por exemplo, ao invés dos tradicionais caderninhos para fazer anotações, o funcionário pode levar o seu tablet e criar notas daquela reunião e, ao final, compartilhar as suas considerações com todos os presentes na reunião, utilizando o Dropbox ou o Google Drive, por exemplo. Estas pequenas mudanças, com certeza, aumenta a interação dos trabalhos e facilita o dia a dia de todos na empresa.

Startups e outras empresas que estão em crescente desenvolvimento estão utilizando as tendências de BYOA e BYOD com objetivo de enxugar custos e deixarem os seus funcionários mais à vontade para desempenharem suas funções. E você, já conhecia os conceitos de BYOD e BYOA? Como esta estratégia é incentivada na sua empresa? Conte pra gente a sua opinião sobre tema!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *