Indicadores jurídicos: importância de mensurar a eficiência da gestão de contratos

Com indicadores jurídicos bem definidos é possível mensurar a eficiência da equipe responsável pela gestão dos contratos e verificar oportunidades de melhorias.Você com certeza já ouviu falar dos SLAs, também conhecidos como acordos de níveis de serviços, e muito comuns na área de tecnologia. Que nada mais são do que uma forma de controlar etapas de projetos e as entregas relacionadas ao dia a dia de trabalho.

Na gestão de contratos, os SLAs também são ferramentas de grande valor para garantir o controle das atividades relacionadas a este trabalho. A importância de mensurar o trabalho na gestão de contratos é evidente. Afinal, é no gerenciamento destes documentos jurídicos que a empresa irá garantir o cumprimento de acordos com fornecedores de diferentes serviços e produtos, evitar o pagamento de multas e buscar redução de custos com negociações transparentes e histórico de acordos.

Criando indicadores jurídicos claros

O primeiro passo para realizar a mensuração do trabalho de gestão de contrato é a criação de indicadores que apoiarão na aplicação de SLAs. E estes indicadores devem ser definidos de acordo com a realidade do departamento jurídico e de gestão de contratos de uma empresa ou escritório de advocacia. Precisam levar em consideração a realidade de trabalho da equipe e os maiores desafios do negócio nesta área.

Para se ter uma noção, uma pesquisa do Fórum de Departamentos Jurídicos, apontou que entre os indicadores mais comuns dos departamentos jurídicos nas corporações estão o controle do número de processos e de orçamento. No entanto, na gestão de contratos, efetivamente, outros indicadores jurídicos podem ser mais importantes. O tempo de atendimento das requisições relacionadas à elaboração, alteração e aprovação de contratos jurídicos, por exemplo, é uma métrica muito importante para medir a produtividade da equipe.

Outros indicadores jurídicos importantes na gestão de contratos são a redução de custos em relação aos processos jurídicos, o número de renegociações realizadas a fim de se evitar novos custos, mais assertividade na criação dos documentos, com menos versionamento dos documentos, mais transparência nas aprovações.

A partir destas definições, os SLAs poderão ser aplicados no setor jurídico. Além de resultarem em indicadores de melhorias ao longo do processo, apoiarão na tomada de decisão para a aplicação de novas ações e melhor direcionamento do trabalho dos profissionais envolvidos na gestão de contratos.

Tecnologia a favor da gestão eficiente de contratos

Para garantir a aplicação dos indicadores jurídicos é fundamental que a companhia tenha o suporte de ferramentas jurídicas de gestão para poder mensurar o trabalho e possíveis gargalos através do histórico dos registros.

Contar com uma solução de gestão de contratos que permita a geração de relatórios para a mensuração dos indicadores jurídicos será essencial neste processo de melhoria. Com o apoio desse tipo de tecnologia será possível trazer mais transparência à gestão de contratos e manter um importante histórico de ações para a aplicação e ajuste dos SLAs. Assim, o controle da gestão de contratos e do departamento jurídico da sua empresa passarão por uma importante mudança, alinhada com a transformação digital, para o crescimento e melhoria contínua.

Quer ter mais controle sobre os indicadores da sua empresa ou escritório? Entre em contato e solicite uma demonstração do InContract. 

marlon-volpi

 

 

 

Escrito por: Marlon M. Volpi —  Advogado | OAB 12.828 – Especializado em Direito Eletrônico e Propriedade Intelectual

Escrito por: Adriana Bombassaro —  Diretora de Negócios

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *