Gestão de qualidade na área de TI: como aplicar nos projetos da empresa?

Fazer a gestão de qualidade em projetos de TI significa comprometer-se com a entrega de um software de alto valor agregado, que seja indispensável para otimizar as rotinas do negócio e familiar para os usuários. Também quer dizer que o gestor e sua equipe entendem quais são as responsabilidades, os objetivos e os requisitos aos quais precisam atender.

Segundo o Guia PMBOK, o gerenciamento da qualidade em projetos inclui todos os processos que visam garantir a satisfação das necessidades que mobilizaram os profissionais para executar as tarefas e entregar um resultado bem determinado.

Neste post você conhecerá 5 dicas para equilibrar essas situações, garantir uma boa gestão da qualidade em projetos de TI e gerar softwares e resultados que de fato agregam no desenvolvimento do negócio da sua empresa. Confira!

Foque no usuário final

O princípio básico da gestão de qualidade é atender ou superar as expectativas dos usuários finais ou clientes de um software ou sistema. Por isso, observe sempre se seus projetos respeitam a experiência do usuário, a familiaridade com a interface, a consideração de utilidade e o uso intuitivo das aplicações.

Mais que as vontades dos patrocinadores, equipe de desenvolvimento ou gestores, a experiência dos usuários finais é que deve ser o critério para decidir por alterações no escopo, no cronograma, nos prazos ou no orçamento do projeto.

Convoque o time certo

Quanto mais experientes, capacitados e competentes forem os envolvidos em um projeto, mais eficientes e autônomos serão o desenvolvimento e a gestão da equipe. Por isso, busque profissionais multidisciplinares e com boa capacidade para assumir e executar as tarefas.

Também invista tempo na comunicação e na capacitação dos envolvidos para evitar falhas de entendimento. Envolver as pessoas e ajudá-las a perceberem que possuem as capacidades corretas para aquele projeto é provavelmente um dos maiores desafios e também a chave de sucesso da gestão de qualidade.

Decida com base em fatos

Dados, informações e fatos reais são o melhor auxílio para a tomada de decisões adequadas na gestão de projetos. Isso porque ajudam a criar o consenso entre os envolvidos e funcionam como uma fonte de melhoria contínua. Logo, evite decisões baseadas em opiniões ou vontades.

Estabeleça indicadores

Indicadores de performance devem ser definidos no início do projeto para garantir transparência e pró-atividade na gestão de qualidade. Sempre que uma discrepância for encontrada, o gestor deverá buscar fatos geradores que podem ser corrigidos ou revistos para evitar riscos para o resultado final.

Teste com usuários-chave

A última dica é homologar os resultados finais ou parciais dos projetos com o auxílio de usuários mais experientes. Nem sempre o que funciona bem do ponto de vista da gestão de TI, dos consultores e patrocinadores é aderente e adequado para as necessidades do cotidiano dos usuários finais.

Envolver usuários-chave nas fases de teste ajuda a superar as expectativas iniciais do projeto e diminuir possíveis resistências no momento de implantação e uso de uma solução.

Uma gestão da qualidade eficiente é capaz de reduzir custos e otimizar os resultados dos projetos de TI. Também garante a superação da expectativa dos usuários finais e diminui os riscos para o resultado ser alcançado conforme o planejamento inicial.

Que tal conhecer uma forma de garantir uma boa gestão de qualidade? Entre em contato conosco e descubra como a Teclógica pode garantir maior tranquilidade para a sua gestão de projetos em TI.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *