5 práticas para uma gestão de ativos de TI mais eficiente

Cada vez mais os gestores estão enxergando a importância de uma boa gestão de ativos de TI. Trata-se de um processo essencial para a otimização de sistemas, aumento de produtividade, redução de custos e maior vantagem competitiva no mercado.

Quer fazer uma gestão eficiente dos ativos de TI da sua empresa? Siga as 5 dicas que apresentamos neste post e alcance os seus objetivos!

1. Elabore e mantenha um inventário atualizado

A manutenção de um inventário, contendo todos os itens e recursos relacionados ao TI de sua empresa, oferecerá uma oportunidade para que você mantenha toda a estrutura atualizada — como equipamentos, softwares e hardwares. Esta prática facilitará muito o alinhamento da estrutura de TI em relação aos objetivos da organização.

2. Acompanhe os ciclos de vida dos ativos

O acompanhamento é a maneira mais eficaz para manter os sistemas atualizados, tanto os virtuais quanto os físicos. Essa prática promove uma melhor utilização dos recursos, evitando uma redução da produtividade e as improvisações, em função do fim da vida útil de algum ativo.

Para que o acompanhamento seja completo, é necessário que seja relatado, em um sistema integrado, todas as informações relativas a data e hora em que forem feitas quaisquer modificações, e seus respectivos motivos.

3. Automatize o monitoramento

Para que haja um melhor acompanhamento do ciclo de vida dos ativos e redução nas margens de erro — aumentando a prevenção e agilizando os reparos —, os profissionais envolvidos na gestão de TI precisam garantir o monitoramento em tempo real.

Os alertas podem ser sobre falhas ou qualquer outra modificação nos sistemas, para que os futuros ajustes possam ser contextualizados e as atualizações antecipadas, agilizando processos e evitando paradas e perda de produtividade.

4. Integre as informações

A integração das informações é um fator-chave para a gestão de ativos de TI. Ao centralizar as informações e facilitar o acesso aos mais variados ativos, será mais fácil obter relatórios integrados. Os profissionais poderão oferecer respostas mais rápidas às demandas.

5. Invista na capacitação dos colaboradores

Para que todas as práticas acima sejam executadas, é necessário que a sua equipe esteja alinhada com a boa gestão de ativos de TI. Esse alinhamento se refere à capacitação e ao comprometimento. Para que isso seja possível, é preciso investir no treinamento dos colaboradores.

Dessa forma, os profissionais terão propriedade para se posicionar em relação às tendências tecnológicas e relacioná-las com as necessidades da empresa.

Quais são as vantagens da prática de gestão de ativos de TI?

Como vimos acima, é necessário foco e organização para que haja de fato uma mudança positiva na gestão de ativos de TI. A longo prazo, todo esse trabalho será recompensado. Veja abaixo as principais vantagens da adoção das boas práticas citadas neste post:

  • Redução de custos, com a eliminação de gastos com a licença de softwares subutilizados;
  • Aumento da produtividade de sua equipe;
  • Diminuição no risco de multas, que a empresa teria ao utilizar softwares sem licenciamento;
  • Menor riscos de problemas e ataques cibernéticos, com o uso de softwares atualizados;
  • Diferencial de mercado, ganhando vantagem sobre os concorrentes que não praticam esse tipo de gestão;
  • Possibilidade de investimentos, graças à economia e ao aumento de capital.

Se você ainda não pratica a gestão de ativos de TI, já passou da hora de repensar essa estratégia. Se necessário, busque parcerias com empresas especializadas, com experiência na área, evitando assim um começo do zero.

Gostou das dicas e quer mais informações sobre gestão de ativos de TI? Entre em contato conosco.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *