Entenda a importância da Gestão de Compliance para as organizações

58034-entenda-a-importancia-da-gestao-de-compliance-para-as-organizacoesAtender determinações de órgãos regulatórios para o setor, cumprir obrigações fiscais, adequar-se a normas técnicas, atingir a conformidade contábil — essas e outras exigências fazem parte da administração de uma empresa.

Quando isso não ocorre, a empresa está sujeita a penalidades. No entanto, equilibrar essas variáveis é um grande desafio que deve ser encarado pela gestão de compliance.

Sua organização investe nessa gestão? Entenda mais sobre o assunto em nosso post de hoje!

O que é compliance?

Originada do verbo inglês to comply (cumprir, satisfazer, realizar ou executar o que é imposto), a palavra compliance significa a obrigação de cumprir e fiscalizar o cumprimento de regulamentos internos e externos, normas e diretrizes estabelecidas para o negócio.

Essa adequação da empresa às imposições dos padrões exigidos para o segmento vale para os diversos setores de uma organização: esfera trabalhista, contábil, fiscal, ambiental, jurídica, previdênciária, financeira, ética, entre outras.

Importância da gestão de compliance

A gestão de compliance é essencial para o sucesso do negócio, pois permite que uma empresa alcance maior solidez em seus objetivos estratégicos, respeitando todas as legislações e normas envolvidas.

A conformidade às normas e regulamentações, sejam elas internas ou externas, também trazem benefícios à empresa. Conheça alguns deles:

  • Qualidade: a adequação às normas de qualidade faz com que o serviço ou atividade empresarial apresentem um padrão superior;
  • Economia: ao evitar multas, punições, cobranças judiciais e penalidades por não atender especificações, as empresas são beneficiadas com a economia de recursos financeiros;
  • Fortalecimento da marca: diante do cumprimento das exigências, a empresa se torna conhecida como uma organização séria, ética e comprometida.
  • Acesso a mercados externos: uma gestão de compliance eficiente gera credibilidade no cenário comercial internacional;
  • Favorece a governança corporativa: permite um maior controle de processos e operações;
  • Evita desgastes: uma empresa que cumpre suas obrigações legais e contratuais terá menos demandas judiciais pelo descumprimento de leis, por falhar em sua prestação de contas aos órgãos fiscalizadores, descumprir leis ambientais ou até mesmo não honrar acordos.

Como alinhar os processos às exigências?

Depois de entender a importância, é hora de conformar à empresa às normas. Para isso, algumas dicas são importantes:

  1. Elabore um código de conduta simples e compreensível por todos os colaboradores;
  2. Esteja atento para leis relacionadas ao universo da empresa e suas alterações;
  3. Dissemine a importância de seguir os procedimentos para todos os funcionários.
  4. Garanta que os gestores sejam o exemplo quanto ao cumprimento das normas;
  5. Gerencie os controles internos, fiscalizando para garantir que os procedimentos sejam executados de acordo com as instruções;
  6. Além da adequação às normas técnicas, desenvolva projetos de melhoria contínua e conscientize os colaboradores da profundidade ética da compliance e de que essa ideologia precisa ser incorporada ao comportamento de todos;
  7. Realize auditorias periódicas;
  8. Reveja as políticas de contratação e gestão de pessoas, para garantir que o recrutamento capte profissionais com uma visão compatível com a cultura organizacional;
  9. Monitore as medidas relacionadas à segurança da informação junto à área de TI;
  10. Torne pública a postura da empresa de não se envolver em atos imorais. Todas as relações com clientes, fornecedores, colaboradores e quaisquer parceiros devem ser pautadas por essa ética.
  11. Utilize soluções tecnológicas que garantam o atendimento aos órgãos reguladores e a legislação vigente.

Enfim, compliance é a prática da ética e da excelência. Valorizá-la é garantir a preservação de direitos, a qualidade, a lisura nas relações comerciais e a credibilidade diante da sociedade e demais órgãos.

Entendeu a importância da gestão de compliance? Quais são os maiores desafios que sua empresa enfrenta para adequar-se às normas? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *