Consumerização ou BYOT: desafios e oportunidades

A consumerização da TI Corporativa, ou também chamada de BYOT (Bring Your Own Technology), é a política onde os colaboradores trabalham com seus próprios equipamentos e aplicativos dentro das empresas – e é um dos maiores desafios, e oportunidades, a serem enfrentados pelas organizações nos próximos cinco anos.

[cta id=’13455′]

 

A tendência da consumerização

Uma pesquisa “Consumerization for Enterprise IT”, realizada pela Accenture Institute for High Performance, ouviu cerca de 4 mil profissionais de 16 países em cinco continentes, além de 300 executivos de TI e de negócios. O estudo constatou que, apesar das preocupações dos usuários sobre segurança de dados e protocolos de TI, 23% dos entrevistados usam regularmente seus equipamentos e aplicativos pessoais para atividades relativas ao trabalho. Eles afirmam ainda que estas tecnologias reforçam a inovação, a produtividade e a satisfação com o trabalho.

A grande preocupação que a consumerização da TI traz às organizações é de como lidar com os desafios e oportunidades oferecidas por ela. Enquanto algumas seguem a abordagem autoritária, simplesmente proibindo o uso de tecnologias externas, outras simplesmente ignoram o tema.

De acordo com a Accenture, as empresas deveriam adotar uma abordagem de adoção gerenciada. Isso é possível pela aplicação de pelo menos uma das seguintes táticas: ampliando o escopo de equipamentos e aplicações disponíveis (ao mesmo tempo em que atualizam e mudam políticas de acordo com as necessidades da equipe); promoção de escolhas tecnológicas; defender proativamente as tecnologias de consumo; e/ou segmentar o uso de tecnologias de consumo por cargos ou funções dentro da empresa.

Implantação da BYOT em empresas

Apesar do título deste post ser “a onda do momento”, diversas revistas da área de TI falam que a consumerização veio para ficar e que grandes empresas como Microsoft, Google e Apple estão trabalhando todos nessa linha.

Em outra pesquisa realizada pela consultoria Vanson Bourne, 94% das empresas pesquisadas afirmam planejar a implantação de políticas que incentivem essa prática, evidenciando a importância que esse movimento ganha no mercado mundial. E por fim, a principal característica da tendência de consumerização é o desejo humano,  as pessoas querem trabalhar da mesma forma como vivem, usando a internet para facilitar o relacionamento e a comunicação.

[cta id=’12739′]

Referências: IT Careers – Convergência Digital, TI Inside 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *