Competências Individuais: como fazer a diferença


Capacidade organizacional é aquela obtida pelas empresas como resultado da soma das competências individuais das pessoas, qualquer que seja o setor ou área.

As competências estão diretamente relacionadas ao desempenho no trabalho, associando conhecimentos, habilidades e atitudes das pessoas ao resultado que entregam.

De fato, sem entrega de resultados, não há percepção de competência. Neste texto, vamos falar de como as competências individuais fazem a diferença para o sucesso da organização.

O que é necessário para desenvolver as competências individuais?

Atitude! Colocar os conhecimentos e habilidades em prática a fim de gerar resultados de valor àquilo que se está empreendendo. Atitude é o que diferencia saber ser competente e não somente saber fazer com competência. Saber ser competente significa ter a competência evidentemente desenvolvida, notável, aplicada com grande frequência.

Para sustentar as competências evidentes, é necessário estar aberto às mudanças, ser flexível, ter iniciativa e uma boa pitada de ousadia e coragem. É preciso saber agir, escolher, decidir, mobilizar, comunicar, aprender, comprometer-se e assumir responsabilidades.


Leia também: Saiba como usar a gamificação na gestão de equipes da sua empresa


Competência individual orientada

A percepção de entrega profissional está diretamente ligada à orientação para realização, demonstrada através do trabalho bem feito e pela superação de um padrão de excelência.

Para isso deve-se utilizar como parâmetro seu próprio desempenho no passado, resultados alcançados por outros, objetivos desafiadores ou algo inédito, nunca feito por alguém anteriormente.

O sucesso da organização é fruto da junção das competências individuais, alinhadas com as competências essenciais da organização e com seus objetivos estratégicos.

Conclusão

Uma empresa envolvida por ações estratégicas, as competências representam o teor competitivo das empresas. É preciso ter consciência de que o sucesso está nas mãos de todos, que direta ou indiretamente estão envolvidos com seu resultado final.

E assim que as competências individuais fazem a diferença. Gostou do conteúdo? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos como este!


Leia também: Como a comunicação interna nas empresas melhora a produtividade


 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *