Como escolher uma consultoria de TI para minha empresa?

A tecnologia da informação tem uma evolução muito dinâmica, difícil de ser acompanhada. O gestor de TI costuma ser um profissional altamente requisitado que, dada a velocidade da sua rotina — geralmente, composta de urgências —, não pode conduzir melhorias e gerir as atividades do setor simultaneamente. Por isso, contar com uma consultoria de TI é uma excelente receita para implementar novas estratégias e otimizar a área como um todo.

Mas, é comum ter dúvidas e inseguranças que interferem na tomada dessa importante decisão. Para derrubar essas barreiras e fazer a escolha certa ao selecionar uma consultoria de TI, fique atento às dicas que daremos a seguir.

Tenha clareza do seu objetivo

Antes de contratar uma consultoria de TI, mapeie a situação atual da área em seu negócio, de forma a entender suas fragilidades e vulnerabilidades e para definir um ou mais objetivos necessários à melhoria do setor.

Não se preocupe em ter precisão absoluta na definição desse objetivo, pois essas informações apenas servem, de modo mais exato, como um ponto de partida para conduzir as análises a serem realizadas pela consultoria.

Busque indicações de consultoria de TI

Existem inúmeras consultorias de TI no mercado e, se você não tem nenhuma experiência prévia na contratação desses serviços, fica difícil escolher a esmo alguma delas.

Por isso, busque indicações de colegas do ramo e procure informações que embasem a escolha, como entidades de classe e profissionais de TI conhecidos, que possam fornecer uma opinião baseada na experiência. A partir desses dados, você pode fazer uma seleção prévia das consultorias com as quais entrará em contato.

Entreviste os consultores

Entreviste cada um dos consultores pré-selecionados para conhecer sua metodologia e ferramentas de trabalho e para entender a dinâmica de interação que será necessária entre a sua organização e a dele.

Relate suas expectativas quanto à contratação e se certifique de que os serviços oferecidos estão alinhados às suas necessidades. Solicite orçamento somente aos consultores que demonstrarem real capacidade de alcançar o objetivo traçado pela sua empresa.

Priorize o que realmente importa

Ao orçar a consultoria de TI, não coloque como prioridade o preço dos serviços na definição de sua escolha.

Lembre-se que consultoria não é um gasto puro e simples, mas um investimento. E, como tal, requer uma análise de custo-benefício que leve em consideração diversos fatores capazes de ampliar a probabilidade de sucesso do serviço, conforme veremos nos próximos tópicos deste post.

Considere experiência e certificação

A empresa que presta consultoria de TI precisa ter alto nível de experiência e longo tempo de mercado, com boa reputação.

Informe-se sobre o currículo dos profissionais da consultoria e conheça o portfólio de clientes e projetos já realizados por eles. Leve em conta as certificações da equipe; elas demonstram a atualização e a credibilidade da competência deles.

Como gestor de TI, você sabe que as certificações são hoje um requisito quase fundamental para os profissionais da área. A equipe de profissionais da consultoria deve ter certificações em:

  • Segurança da informação, que incluam cloud computing, gestão de risco e segurança móvel;
  • Routing e Switching, para projetar e implantar e analisar redes;
  • Banco de dados;
  • Gerenciamento de projetos, considerada uma das mais importantes da TI.

Além dessas, podem ser verificadas outras, dependendo do foco dos serviços a serem realizados em sua empresa:

  • Específica para cloud computing, se sua empresa embasar suas atividades de TI principalmente nos ambientes em nuvem;
  • Para implantação de plataformas web-based;
  • Relativas à gestão de dispositivos móveis.

Busque feedback e referências de clientes

Procure conhecer os resultados alcançados em, pelo menos, três projetos que foram desenvolvidos pela consultoria de TI em empresas diferentes. Dê preferência a organizações similares à sua e obtenha informações sobre o grau de satisfação desses clientes, fazendo contato com cada um pessoalmente.

Outro meio de conseguir esse feedback é assistindo a vídeos ou lendo posts sobre cases de sucesso, que geralmente são publicados nos blogs ou sites das consultorias e fazendo pesquisas na internet em fóruns de discussão de TI e redes sociais.

Conte com uma equipe multidisciplinar

A tecnologia da informação é uma área de conhecimento muito ampla e diversificada, o que torna impossível o seu domínio conceitual, técnico e prático por um único profissional.

Dentre as especialidades de TI podemos citar:

  • Infraestrutura;
  • Desenvolvimento de software;
  • Administração de banco de dados;
  • Administração de redes;
  • Arquitetura da informação;
  • E-commerce;
  • Processamento de dados;
  • Segurança da informação;
  • Implantação de sistemas;
  • Suporte técnico.

É importante que a consultoria a ser contratada tenha uma equipe multidisciplinar de TI, cujas expertises sejam complementares para assegurar sucesso no projeto, ou que ela tenha parcerias estratégicas com outras consultorias e fornecedores de tecnologia que deem suporte nas especialidades complementares à dela.

Bônus: Guia completo para implantar um Service Desk na sua empresa

Faça um acordo de confidencialidade

Ao longo do processo de consultoria de TI, é normal que a equipe contratada adquira acesso a informações sigilosas da sua organização, que precisam e devem ser resguardadas da concorrência.

Por esse motivo, garanta que, no contrato de prestação de serviços, exista uma cláusula de confidencialidade que assegure a confidencialidade das informações acessadas durante a consultoria.

Garanta a transferência de conhecimento

A consultoria deve deixar dois legados importantes para a sua organização:

  1. O objetivo alcançado dentro do prazo combinado, gerando maior competitividade;
  2. A ampliação do conhecimento da sua equipe. Nesse caso, o consultor precisa treinar sua equipe para capacitá-la a dar sequência ao trabalho realizado ou para que tenha domínio operacional das ferramentas disponibilizadas.

Então, negocie com o consultor a transferência de conhecimento e se certifique que conste no contrato como será realizada essa importante tarefa.

Como vimos, escolher uma consultoria de TI tem seus segredos, cujo passo a passo tem que ser seguido à risca e sem pressa, para evitar equívocos e insucessos. Vale ressaltar que, além de fazer a escolha certa e firmar um contrato bem detalhado, sua empresa precisa prestar o suporte adequado aos consultores para que obtenham os melhores resultados possíveis.

Para a consultoria de TI fluir com a máxima naturalidade, você, como gestor de TI ou outro funcionário — de confiança e de perfil multiplicador, que conheça bem a cultura organizacional e tenha livre acesso a todos os departamentos — deve ser o facilitador dos consultores dentro da organização.

Esse profissional vai intermediar a comunicação interna para obtenção das informações necessárias, bem como acompanhar o andamento do cronograma de consultoria.

Esperamos que estas informações tenham sido úteis para esclarecer suas dúvidas e para ajudar a superar qualquer insegurança quanto à contratação de uma consultoria de TI.

Que tal deixar um comentário ou compartilhar suas experiências? Venha interagir conosco!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *