InContract

7 deveres de um advogado corporativo

7 deveres de um advogado corporativo

É fato que a função de um advogado está inevitavelmente atrelada a questões legais e judiciais. Contudo, os deveres de um advogado corporativo de hoje vão além disso. É preciso, por exemplo, ampliar a visão de negócios, preocupar-se com aspectos de outros setores e desenvolver novas habilidades. Esse profissional também tem uma função crucial: agir estrategicamente e de forma alinhada com os objetivos da empresa. Pensando nisso, separamos os principais deveres que um advogado corporativo deve ter. Confira! Funções e deveres do advogado corporativo #01 Continue lendo

Quais são as características da advocacia 4.0?

Quais são as características da advocacia 4.0?

a era da transformação digital, com seus grandes avanços tecnológicos e aceleradas mudanças, a área jurídica tem aberto os olhos para a necessidade de se modernizar. Diante disso, advogados e gerentes de setores que lidam com procedimentos jurídicos precisam ficar atentos a esta nova fase do mercado: a da advocacia 4.0. Quer entender melhor o que é esta forte tendência do setor jurídico? Neste artigo, explicaremos o momento disruptivo pelo qual a sociedade está passando – a Revolução 4.0 – e os fatores mais importantes Continue lendo

Gestão de documentos online com segurança

Gestão de documentos online com segurança

A era da transformação digital tem trazido soluções inovadoras e cada vez mais eficientes para as empresas. A gestão de documentos online, por exemplo, tem muitos benefícios. Maior agilidade, melhora dos processos, automação de tarefas e redução de custos são alguns deles. Contudo, junto com as vantagens dos recursos tecnológicos, vêm os potenciais riscos que podem colocar os dados das empresas em perigo. Nesse contexto, é preciso lembrar que por trás da gestão online de documentos existem dados sensíveis e estratégicos que precisam ser mantidos Continue lendo

Entenda como o departamento jurídico é vital para sua organização

Entenda como o departamento jurídico é vital para sua organização

O departamento jurídico tem sofrido importantes transformações nas empresas. Há alguns anos, o setor tinha uma participação mais restrita e atuava de modo mais reativo. Nesse contexto, era basicamente acionado em situações de processos judiciais e litígios. Hoje em dia, esse cenário mudou. O departamento jurídico vem assumindo um papel cada vez mais estratégico. Além de fazer parte das principais tomadas de decisão, o setor também participa ativamente no planejamento das organizações e na gestão dos negócios. No contexto atual, os profissionais da área devem Continue lendo

Lawtechs ganham força no país e trazem um novo panorama ao mercado jurídico

Lawtechs ganham força no país e trazem um novo panorama ao mercado jurídico

Em 2019 o número de startups e PMEs com soluções tecnológicas para o setor já ultrapassaram a marca das 130 empresas. Gestão de contratos é uma das áreas que ganha reforço da TI Mercado que movimenta mais de R$ 50 bilhões ao ano, de acordo com pesquisa do evento jurídico Fenalaw, a área jurídica brasileira começa a ganhar destaque com o crescimento das lawtechs e das legaltechs, empresas de tecnologia que desenvolvem soluções para otimizar os trabalhos do segmento é uma das evidências disso. Do Continue lendo

6 tendências do setor jurídico para 2020

6 tendências do setor jurídico para 2020

Na atual era de transformação digital e constantes mudanças, ninguém pode deixar de se atualizar – nem mesmo o setor jurídico. Uma área que é considerada conservadora e burocrática, vemos que as tendências do setor jurídico se mostram cada vez mais inovadoras. Além das mudanças tecnológicas no setor, é preciso ficar atento também nas atualizações das leis e nas novas regras que vêm por aí. Por isso, separamos as principais tendências tecnológicas e legislativas do setor jurídico para 2020. Confira o que estará em alta Continue lendo

11 etapas para gerenciar um contrato

11 etapas para gerenciar um contrato

Escritórios de advocacia e departamentos de empresas, como o jurídico e o de compras, precisam garantir uma gestão de contrato de excelência. Afinal, essas são áreas que lidam constantemente com peças e documentos jurídicos. Uma gestão contratual eficiente melhora a produtividade das equipes – inclusive de outros setores –, facilita o trabalho dos gestores e traz melhores resultados para a empresa. Para isso, é preciso compreender todo o ciclo de vida dos contratos, tendo a devida atenção em cada fase. Quer entender quais são essas Continue lendo

Adaptação de contratos para a Lei Geral de Proteção de Dados

Adaptação de contratos para a Lei Geral de Proteção de Dados

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que altera o Marco Civil da Internet, entrará em vigor na metade de 2020. O objetivo é garantir mais segurança no tratamento de dados pessoais pelas empresas. Amplamente inspirada na GDPR (General Data Protection Regulation) – a lei europeia que trata do assunto –, a LGPD estabelece uma série de regras que fortalecem a proteção dos dados e a privacidade de seus titulares. Diante disso, a nova legislação tem causado várias mudanças nas empresas. Afinal, é Continue lendo

5 conhecimentos jurídicos que o profissional do direito deve ter

5 conhecimentos jurídicos que o profissional do direito deve ter

O profissional de direito enfrenta hoje em dia um mercado de trabalho extremamente concorrido. Mais do que uma graduação e muito além da memorização de leis, é preciso ter conhecimentos jurídicos vastos e aprofundados. Seja um advogado de escritório, seja um profissional de departamento jurídico de grandes empresas, para se destacar na área você precisará de novas habilidades. Com conhecimentos atualizados e que acompanham as transformações do mercado, você se tornará um advogado com forte diferencial. A seguir, confira os principais tipos de conhecimentos jurídicos Continue lendo

A importância do contrato de franquia para o sucesso da parceria

A importância do contrato de franquia para o sucesso da parceria

O contrato de franquia é regido pela Lei nº 8.955/94, conhecida como Lei de Franquias. Segundo o artigo 2º, “franquia empresarial é o sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca ou patente […] e, eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador […]”. Para entrar no sistema de franchising, o empreendedor deve obedecer às normas e diretrizes da lei. Sendo obrigatório firmar um contrato Continue lendo