Souza Cruz implementa sistema de gestão e controle do fluxo de produtos

O TPV é um um sistema móvel de automatização de força de vendas que suporta a comercialização e distribuição de cigarros da Souza Cruz – multinacional da área atendida pela Teclógica há 15 anos.  São 250 mil varejos atingidos pelo sistema através dos dois mil vendedores e entregadores distribuídos em todo o Brasil.

Entre as funcionalidades do TPV estão integração direta com o sistema corporativo da companhia (registro de pedidos e dados dos fornecedores), diminuição do retrabalho e redução da possibilidade de erros. O maior controle e visualização de informações estratégicas para a companhia e vendedores também se destacam.

Os benefícios do sistema incluem a adaptação para as particularidades geográficas e fiscais de cada região, faturamento imediato com Pronta Entrega, emissão de relatórios de acompanhamento, levantamentos de informações estatísticas de comercialização e o acompanhamento e validação das ferramentas de Merchandising e do estoque do produto. Outras facilidades trazidas pelo sistema são nos ajustes no software através da distribuição de patches de forma remota – agilizando o processo de distribuição do sistema – e no contingenciamento de comunicação, com a utilização tanto de transmissões através de celular GPRS como modem.

Humberto Moisés, gerente de TI da Souza Cruz, comenta que a Teclógica trabalhou a estrutura disponível e já adequou o sistema para uma estrutura futura. “Hoje nossos vendedores trabalham com um equipamento bem mais robusto e escalável e o sistema funciona perfeitamente como no antigo equipamento”, afirma ele. Dois grandes resultados do TPV, segundo Humberto, são a satisfação dos funcionários e a melhoria do sistema sem nenhum impacto nas operações. “Além de termos ganho uma solução rápida, com foco para resolução de problemas”, complementa.

O gerente comenta ainda que a Teclógica foi escolhida para implementar o sistema pela parceria de longo prazo. “A Teclógica demonstrou conhecimento do negócio, conhecimento técnico e parceria na resolução de issues”, destaca Humberto.

Maurício Luís Nunes, colaborador da Teclógica, dá seu depoimento sobre sua participação nesse projeto:

Assista ao vídeo ou leia a reportagem abaixo:

1) Como foi participar do projeto?
– Foram 6 anos de trabalho junto a aplicação TPV e outras aplicações auxiliares da mesma área no cliente Souza Cruz. Conheci várias unidades da empresa, viajei para várias cidades do Brasil, acompanhando pilotos da aplicação TPV, desenvolvendo treinamentos para usuários e executando levantamento de requisitos para novas funcionalidades da aplicação. Foi muito bom!.

2) Como foi a convivência com o cliente?
– A área de vendas em qualquer organização é sempre muito dinâmica e quando falamos em desenvolver ou executar manutenção de um software de gestão de força de vendas a complexidade e importância para o negócio do cliente torna o trabalho mais interessante ainda. No TPV trabalhei com diversas áreas, tanto de TI quanto de negócios. Essa diversidade podia mudar a cada nova funcionalidade ou versão, dependendo do foco que era dado a versão do sistema. Com a Souza Cruz sempre tivemos este trabalho em conjunto com TI e área de negócios.

3) Das etapas em que trabalhou, qual mais gostou e porque?
– Desenvolver uma solução de sistemas passa por diferentes etapas e todas elas tem sua importância na execução de qualquer projeto. No caso do TPV uma etapa que é um diferencial nos projetos, com certeza, é o acompanhamento de pilotos. Nesta etapa temos apenas alguns usuários (vendedores) em campo com a nova versão e estes são acompanhados localmente durante a jornada normal de trabalho. Para mim esta etapa foi a mais interessante pois nos permitia acompanhar a execução da nova versão em campo, conhecer a usabilidade real da aplicação pelo vendedor e identificar novas oportunidades de melhorias, além disso conseguimos, ao final desta etapa, chegar numa solução bem mais estável e com mínimo de impacto para área de negócios.

Mauricio Luís Nunes é Analista de Sistemas na Teclógica.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *