CAPEX e OPEX: saiba direcionar seus investimentos

Existem dois indicadores que são fundamentais para acompanhar os investimentos que uma empresa faz em seus projetos. São o CAPEX e o OPEX, termos bastante usados na hora de tomar decisões de uma companhia.

  • CAPEX é uma sigla que vem do inglês e significa capital expenditure, ou “despesas com bens de capital”. Ela serve para designar os recursos financeiros empregados na compra de itens para produção — como gastos com maquinário, por exemplo.
  • OPEX é a sigla, também em inglês, para operational expenditure, ou “gastos operacionais”. Ela designa os gastos de uma companhia feitos com a manutenção de maquinário ou ainda com serviços que auxiliam diretamente em sua produção.

Entenda neste texto como direcionar seus investimentos com estes indicadores pode ajudar no crescimento da sua empresa.

Uma nova forma de produzir

O conceito de OPEX também trabalha com a premissa de que uma empresa não precisa ser dona de tudo o que ela usa para continuar produzindo. Ela pode, em vez disso, alugar máquinas ou terceirizar serviços em determinadas áreas. Isso se torna ainda mais importante em um cenário com recursos limitados, em que é necessário reduzir custos.

Muitas companhias já adotam o outsourcing em TI, um investimento que torna projetos nessa área mais flexíveis e adequados à realidade de cada empresa. É possível, por exemplo, trabalhar com fornecedores no provimento de infraestrutura para armazenamento de dados, na resolução de incidentes e até no contato com o cliente final.

Assim, os gastos com manutenção de sistemas e a dificuldade de encontrar mão de obra qualificada para determinadas funções deixam de pesar no orçamento e os processos ficam mais ágeis. Isso é o que torna o OPEX tão estratégico para uma empresa.

A decisão de para onde direcionar investimentos depende, essencialmente, da natureza do negócio, das metas que se pretende alcançar e da gestão da empresa. Confira abaixo!

Como direcionar recursos para CAPEX e OPEX

Empresas em crescimento costumam empregar um volume considerável de recursos em sua produção. Assim, é natural que seus indicadores de CAPEX e OPEX sejam mais altos que os de receita, por exemplo.

É o contrário do que acontece em empresas que já atuam há mais tempo no mercado ou que possuam uma estratégia mais conservadora. No geral, elas apresentam indicadores de receita superiores aos de CAPEX e OPEX, uma vez que estão em um ciclo de resultados dos investimentos feitos durante a sua fase de expansão.

Assim, para entender se uma empresa está empregando recursos de maneira adequada, o ideal é considerar, primeiramente, em que contexto ela se encontra e quais são os objetivos pretendidos.

Depois, é o momento de avaliar se os recursos estão sendo bem utilizados, de maneira a abrir caminho para a realização desses planos e para a perenidade da companhia. Caso seja necessário fazer ajustes para otimizar custos, uma das medidas pode ser rever os investimentos destinados a CAPEX e OPEX.

Agora que você entende melhor esses conceitos, veja como a AES Sul conquistou uma economia de 30% em OPEX com uma plataforma de automação de serviços de manutenção!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *